ENREDO

Paterson, Nova York, EUA. Com o mesmo nome da cidade, Paterson, motorista de ônibus, diariamente repete uma rotina simples: faz a sua rota observando a cidade que se revela pela janela e ouvindo fragmentos de conversas que o rodeia; escreve poesias em um caderno; passeia com o cachorro; para em um bar, bebe uma cerveja e, depois, volta para casa para encontrar a esposa, Laura. Ao contrário do marido, o mundo de Laura está sempre mudando. Ela tem novos sonhos todos os dias. Há uma troca: ele apoia as ambições dela; ela encoraja o seu talento para a poesia. Derrotas e vitórias de um casal que se ama.

FICHA TÉCNICA

PATERSON
EUA, 2017
Direção/Roteiro: JIM JARMUSCH
Elenco: Adam Driver, Golshifteh Farahani, Nellie, Rizwan Manji e Dominic Liriani
Fotografia: Frederick Elmes
Montagem: Affonso Gonçalves
Música: Jarmusch/Carter Logan/Sqürl
Drama
1h 58min
14 anos
Fênix Filmes

O FILME E O DIRETOR

Ganhador de 9 premiações, entre elas o de Melhor Filme do Fest Internacional Film-Festival-2017; eleito entre os 10 melhores filmes de 2016 pelas associações de críticos de Boston, Iowa e Los Angeles, além do Palm Dog, no Festival de Cannes, para a cadela Nessie. Jim Jarmusch, 64, um dos cineastas mais cultuados do mundo desde Estranhos no Paraíso (1984), mantem essa fidelidade dos cinéfilos ao longo das décadas com obras como Daunbailó (86), Trem Mistério (89), Uma Noite Sobre a Terra (91), Homem Morto (95), Ghost Dog (99), Sobre Café e Cigarros (2003), Flores Partidas (2005) e Amantes Eternos (2013).

AS PALAVRAS DE JARMUSCH

PATERSON É UMA HISTÓRIA CALMA, SEUS PERSONAGENS CENTRAIS NÃO TÊM NENHUM CONFLITO DRAMÁTICO REAL. SUA ESTRUTURA É SIMPLES, SEGUINDO APENAS SETE DIAS NA VIDA DE SEUS OBJETOS. PATERSON FOI PLANEJADO COMO UMA CELEBRAÇÃO DA POESIA DE DETALHES, VARIAÇÕES E INTERAÇÕES DIÁRIAS E UM TIPO DE ANTÍDOTO PARA O CINEMA SOMBRIO, ALTAMENTE DRAMÁTICO OU ORIENTADO PARA A AÇÃO. É UM FILME O QUAL DEVERIA-SE DEIXAR FLUTUAR PASSANDO POR ELES – COMO IMAGENS VISTAS PELA JANELA DE UM ÔNIBUS PÚBLICO, MOVENDO COMO UMA GÔNDOLA MECÂNICA ATRAVÉS DE UMA PEQUENA E ESQUECIDA CIDADE
Jim Jarmusch, cineasta

TRAILER

YOUTUBE

FOTOS

CIDADES E HORÁRIOS

EM EXIBIÇÃO

DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA – 19h30
SÁBADOS E DOMINGOS – 14h
NATAL
CINÉPOLIS NATAL SHOPPING

DE SEGUNDA A SEXTA – 20h40
SÁBADOS E DOM,INGOS – 14h45
RIBEIRÃO PRETO
SANTA ÚRSULA SHOPPING

ESTREIA SÁBADO, DIA 03
DE SEGUNDA A QUARTA-FEIRA – 19h30
SÁBADOS E DOMINGOS -14h
JUNDIAÍ
CINÉPOLIS JUNDIAÍ SHOPPING

CRÍTICA ESTRANGEIRA

PATERSON NÃO ESCAVA AS IMPUREZAS E A MONOTONIA DE NOSSAS VIDAS COTIDIANAS PARA QUE ENXERGUEMOS O OURO QUE ELA POSSUI – ELE DIZ QUE A VIDA JÁ É DOURADA, E TUDO O QUE VOCÊ TEM A FAZER É OLHAR
Ty Burr, Boston Globe

PATERSON DE ADAM DRIVER É ROBUSTO, SINCERO, INGÊNUO – “SEM LADO”, COMO DIZEM OS INGLESES
Peter Bradshaw, The Guardian/Inglaterra

O ESCRITOR E DIRETOR JIM JARMUSCH COSTUMA EXPLORAR TEMAS EXISTENCIAIS, MAS TALVEZ NUNCA TENHA FEITO ISSO DE MANEIRA TÃO BELA E SINGELA COMO EM PATERSON, PRODUÇÃO ENGANOSAMENTE MODESTA, PROFUNDA E EMOCIONANTE ATRELADA AO COTIDIANO
Tim Grierson, Screen International/EUA