ENREDO

Marco e Maria, jovens italianos, se conhecem, mas não chegam a gostar um do outro. Em função de um amigo comum, acabam compartilhando uma viagem improvável, mas, fascinante, aos Estados Unidos. Mais precisamente, a São Francisco, onde serão hospedados por um casal de rapazes gays. O que virá daí é uma jornada de descobertas pessoais, sexuais, existenciais, as quais produzirão mudanças profundas em todos. Um verão para nunca mais esquecer.

FICHA TÉCNICA

L’ESTATE ADDOSSO
ITALIA, 2016
Direção: Gabriele Muccino
Roteiro: Gabriele Muccino, Dale Nall
Elenco: Scott Bakula, Brando Pacitto, Matilda Anna Ingrid Lutz e Taylor Frey
Fotografia: Paolo Caimi
Montagem: Valentina Brunetti
Mùsica: Jovanotti
Drama
103 minutos
Lança Filmes

O FILME E O DIRETOR

Produzido com o orçamento de 5,8 milhões de euros, é o 10º longa do italiano Gabrielle Muccino, 50. Iniciou a carreira com Para Sempre na Minha Vida (1999) e o sucesso de O Último Beijo (2001) o levou à Holllywood onde fez À Procura da Felicidade (2006), 7 Vidas (2008), Beija-me Outra Vez (2010) e Um Bom Partido (2012). Agora retorna à Itália em uma obra autobiográfica sobre os tempos de juventude.

AS PALAVRAS DE MUCCINO

NÃO É TUDO PARA MIM ESCREVER UM FILME E, EM SEGUIDA, EU EXISTO ATRAVÉS DE MINHAS HISTÓRIAS. OBVIAMENTE, NÃO É UM DIÁRIO, É UMA HISTÓRIA QUE TEM MUITOS ELEMENTOS DE MIM. TUDO É COLOCADO NESTE DIA, HOJE. APROVEITEI AS DIFERENÇAS ENTRE OS VÁRIOS PERSONAGENS PARA CONSTRUIR UM RETRATO VERDADEIRO DE QUATRO RAPAZES QUE CONSTROEM UMA AMIZADE VERDADEIRA, EMBORA VOLÁTIL
Gabrielle Muccino, cineasta

TRAILER

YOUTUBE

FOTOS

CIDADES E HORÁRIOS

DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA – 19h30
SÁBADOS E DOMINGOS – 14h

EM EXIBIÇÃO EXCLUSIVAMENTE
NA SEMANA DE 1º A 07 DE JUNHO

JOÃO PESSOA
CINÉPOLIS MANAIRA SHOPPING

CRÍTICA ESTRANGEIRA

PREPARE-SE TAMBÉM PARA DAR UM PULO EM CUBA E NOVA YORK, DOIS IMPORTANTES PALCOS DO LONGA, MESMO QUE NOS MINUTOS FINAIS. TUDO EM UM FILME BELO, DELICADO E OUSADO QUE ELUCIDA A MENTE DE QUEM O ASSISTE CONTRA A IGNORÂNCIA DIANTE DE SENTIMENTOS DE AMOR E COMPLACÊNCIA. SE PRECISASSE RESUMI-LO NUMA ÚNICA PALAVRA, DIRIA: “RELEVANT”, EM INGLÊS, PARA NÃO ATRAPALHAR MARIA COM SUA PRÁTICA DO IDIOMA AMERICANO
Diego Patrick, quadroporquadro/PORTUGAL

(…) FILMADO METADE EM INGLÊS, METADE EM ITALIANO, (…) É DIRIGIDO A UM PÚBLICO JOVEM, MAS TEM A APARÊNCIA DE UMA PALAVRA DE VIDA ADULTA, DITO PELO PONTO DE VISTA DE ALGUÉM QUE JÁ NÃO É TÃO JOVEM E OLHA PARA A JUVENTUDE DE CIMA
Gabrielle Niola, positivemagazine/Itália