ENREDO

Nova York, EUA. O comediante paquistanês Kumail Nanjiani conhece, em um de seus shows, conhece a estudante Emily V. Gordon (Zoe Kazan). Saem juntos e, naquilo o que eles pensaram que seria apenas um caso de uma noite, floresce um sentimento real que se torna uma paixão avassaladora. Mas os pais dela o rejeitam por ser filho de muçulmanos. Quando Emily contrai uma doença misteriosa e entra em coma, a tensão aumenta quando os pais dele, que também não aceitam o namoro com uma americana, entram em cena, deixando-o em um cabo-de-guerra emocional entre as famílias diferentes e o seu coração.

FICHA TÉCNICA

THE BIG SICK
EUA, 2017
Direção: MICHAEL SHOWALTER
Roteiro: Emily V. Gordon/Kumail Nanjiani
Elenco: Kumail Nanjiani, Zoe Kazan, Holly Hunter, Ray Romano, Anupam Kher e Zenobia Shroff
Fotografia: Brian Burgoyne
Montagem: Robert Nassau
Música: Michael Andrews
Comedia Romântica
120 minutos
California Filmes

O FILME E O DIRETOR

Ganhador do Prêmio do Público dos Festivais de Locarno/Itália, e SXSW–2017/EUA; Melhor Filme do Nantucket Film Festival e de Melhor Atriz, Holly Hunter, no International Online Cinema Awards–2017. Consagrado pela crítica internacional e o público, está sendo aposta para o Oscar-2018. Obtém 98% de aprovação dos críticos e 90% do público do site Rotten Tomatoes. Adapta a história real da paixão entre o escritor e ator Kumail Nunjiani e Emily V. Gordon. Michael Showalter, 47, premiado roteirista e diretor de shows e séries de TV. fez dois longas (nenhum lançado no Brasil) (Terceiro longa do

A PALAVRA DE SHOWALTER

MESMO QUE SEJA UMA HISTÓRIA PESSOAL, TAMBÉM É UMA HISTÓRIA UNIVERSAL. É UMA HISTÓRIA COM A QUAL TODOS ENCONTRAMOS CONEXÕES. SENTIMOS QUE NÃO QUERÍAMOS QUE FOSSE UM FILME PEQUENO E ÍNTIMO. NÓS QUERÍAMOS QUE FOSSE UM FILME QUE VOCÊ PUDESSE ASSISTIR SEM SABERE SER BASEADO EM UMA HISTÓRIA VERDADEIRA, O QUE É MUITO ESPECIAL. NAS PRIMEIRAS EXIBIÇÕES NÃO INFORMAMOS AO PÚBLICO ESSA HISTÓRIA REAL NO CENTRO. E RESPONDERAM MUITO BEM A ISSO. É UMA HISTÓRIA UNIVERSAL QUE SE BASEIA NESTA REALIDADE VERDADEIRA E INCRÍVEL QUE ACONTECEU COM KUMAIL E EMILY
Michael Showalter, cineasta

TRAILER

YOUTUBE

FOTOS

CIDADES E HORÁRIOS

ESTREIA EM 12 DE OUTUBRO

DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA – 19h30
SÁBADOS E DOMINGOS – 14h

BARUERI
CINÉPOLIS IGUAEMI ALPHAVILLE

FORTALEZA
CINÉPOLIS RIOMAR PAPICU

JOÃO PESSOA
CINÉPOLIS MANAIRA SHOPPING

MANAUS
CINÉPOLIS PONTA NEGRA

NATAL
CINÉPOLIS NATAL SHOPPING

RECIFE
CINÉPOLIS GUARARAPES

SALVADOR
CINÉPOLIS BELA VISTA

SÃO LUÍS
CINÉPOLIS SÃO LUÍS SHOPPING

RIBEIRÃO PRETO
CINÉPOLIS SANTA ÚRSULA

CRÍTICA ESTRANGEIRA

NÃO HÁ NADA COMO DOENTES DE AMOR EM EXIBIÇAO, E PARTICULARMENTE NESTES TEMPOS, NÃO HÁ NADA COMO UM LEMBRETE GENTIL DE QUE, MESMO EM GRANDES DIFERENÇAS DE VALORES E CRENÇAS CULTURAIS, O AMOR PODE CONQUISTAR TUDO
Nathaniel Rogers, Film Experience/EUA

DOENTE DE AMOR FAZ UM ÓTIMO TRABALHO AO EQUILIBRAR SUA COMÉDIA ALEGRE COM MOMENTOS DE DRAMA SINCERO
Steve Pulaski, influxmagazine/EUA

NUMA ABORDAGEM MUITO DOCE E ÚNICA (…) DOENTES DE AMOR É UMA EXPERIÊNCIA SINCERA E DIVERTIDA QUE ATINGE QUASE TODAS AS NOTAS CERTAS
Kyle Wilson, nerdrepository/EUA

É ENCANTADORAMENTE LIVRE DE IRONIA E CINISMO (…) É UM ESTRANHO FILME DE FICÇÃO COM ENORME CHARME E DOÇURA, QUE MERGULHA EM UMA SERIEDADE DELIBERADA DESDE O INÍCIO (…) UMA COMÉDIA EXTREMAMENTE ADORÁVEL
Peter Bradshaw, the guardian/Inglaterra

O FILME DO DIRETOR MICHAEL SHOWALTER DESAFIA A CATEGORIZAÇÃO. VOCÊ PODERIA CHAMÁ-LO DE UMA COMÉDIA ROMÂNTICA E ISSO SERIA EXATO, PORQUE NA VERDADE EXISTEM ELEMENTOS DE ROMANCE E COMÉDIA. ELE MINA CONFLITOS ENTRE CULTURAS E GERAÇÕES POR RISADAS QUE SÃO ESPECÍFICAS DA EXPERIÊNCIA DE NANJIANI, MAS TAMBÉM RESSOAM UNIVERSALMENTE
Christy Lmire, rogerebert.com/EUA

KUMAIL NANJIANI E EMILY V. GORDON CONTARAM SUA PRÓPRIA HISTÓRIA DE UMA MANEIRA ENGRAÇADA, ALTAMENTE ENVOLVENTE QUE NÃO SE SENTE PRECIOSA OU AFETADA, MAS SIM ABSORVENTE DO INÍCIO AO FIM. E VOCÊ VAI RIR MUITO
Eric Goldman, IGN/EUA

DOENTES DE AMOR É UMA COMÉDIA DELICIOSA
Justin Chang, Los Angeles Times/EUA

É ENGRAÇADO, EMOCIONANTE E PERCEPTIVO
James Berardinelli, ReelViews/EUA

DOENTES DE AMOR TEM UM GRANDE CORAÇÃO E MOSTRA QUE AINDA EXISTEM CANTOS PARA EXPLORAR EM COMÉDIAS ROMÂNTICAS; ELE SIMPLESMENTE LEVA ALGUÉM DISPOSTO A ENCONTRÁ-LOS
Adam Graham, detroit news/EUA

É EXTREMAMENTE DIVERTIDA EM UM REGISTRO LEVE E AFÁVEL
Tim Brayton, Alternate Ending/Inglaterra