ENREDO

EUA, 1972. Os jornalistas Bob Woodward e Carl Bernstein, do The Washington Post, revelam, em reportagens investigativas, a invasão do escritório do Partido Democrata no edifício Watergate por espiões Republicanos, envolvendo o Presidente Richard Nixon. Os jornalistas são orientados por um informante, cognominado de “Garganta Profunda”, cuja identidade só seria revelada em 2015. Ele é Mark Felt (Neeson), vice-diretor do FBI.

FICHA TÉCNICA

MARK FELT – THE MAN WHO BROUGHT DOWN THE WHITE HOUSE
EUA, 2017
Direção: PETER LANDESMAN
Roteiro: LANDESMAN, baseado no livro de John D. O’Connor e Mark Felt
Elenco: Liam Neeson, Diane Lane, Marton Csoukas, Tony Goodwin e Ike Barinholtz
Fotografia: Adam Kimmel
Montagem: Tariq Anwar
Música: Daniel Pemberton
Drama histórico
103 minutos
Diamond Films

O FILME E O DIRETOR

Reconstituição minuciosa do histórico escândalo Watergate pelo jornalista investigativo, ex-correspondente de guerra, escritor e cineasta Peter Landesman (de JFK, a História não Contada/2013, e Um Homem Entre Gigantes/2015), com base no livro de Mark Felt e John D. O’Connor. A participação de William Mark Felt Jr (1913-2008), vice-diretor do FBI, era a peça que faltava para a composição histórica do escândalo Watergate, com as suas motivações para, como o “deep throut”, se tornar o informante qeu levou um presidente a renunciar ao mandato.

A PALAVRA DE LANDESMAN

E EU SABIA QUE O FILME SERIA LEVADO AO ESCRUTÍNIO. ENTÃO EU QUERIA TER CERTEZA DE QUE O JORNALISMO POR TRÁS DO FILME ESTAVA REALMENTE CORRETO. O LIVRO DE MARK NÃO O REVELA COMO O DEEP THROAT (…). MUITAS DAS MINHAS INFORMAÇÕES SOBRE ESSE HOMEM E O QUE ACONTECEU REALMENTE VIERAM DE DUAS FONTES FORA DO LIVRO. UM ERA UM AGENTE DO FBI QUE TONY GOLDWYN INTERPRETA (…). A OUTRA PESSOA ERA UMA AMIGA DA FAMÍLIA QUE SE TORNOU A AMANTE DE FELT DEPOIS QUE AUDREY FELT COMETEU SUICÍDIO
Peter Landesman, cineasta

TRAILER

YOUTUBE

FOTOS

CIDADES E HORÁRIOS

EM EXIBIÇÃO

SÃO LUÍS
DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA – 19h30
CINÉPOLIS SÃO LUÍS SHOPPING

RIBEIRÃO PRETO
DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA – 19h30
SÁBADOS E DOMINGOS – 14h
CINÉPOLIS SANTA ÚRSULA SHOPPING

JUNDIAÍ
DE SEGUNDA A QUARTA-FEIRA – 19h30
CINÉPOLIS JUNDIAÍ SHOPPING

ESTREIA EM 7 DE DEZEMBRO

NATAL
DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA – 19h30
SÁBADOS E DOMINGOS – 14h
CINÉPOLIS NATAL SHOPPING

MANAUS
DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA – 19h30
SÁBADOS E DOMINGOS – 14h
CINÉPOLIS PONTA NEGRA SHOPPING

CRÍTICA ESTRANGEIRA

O DIRETOR E ROTEIRISTA PETER LANDESMAN REPRESENTA MARK FELT EM TONS SOMBRIOS QUE REFLETEM COM PRECISÃO O CONTEÚDO DA HISTÓRIA E DOS TEMPOS
Richard Roeper, Chicago Sun-Times

O ROTEIRO, ESCRITO PELO DIRETOR PETER LANDESMAN (…) FAZ UM BOM TRABALHO DE CONDENSAR UMA CONSPIRAÇÃO EXTENSIVA EM UMA LINGUAGEM COMPREENSÍVEL
Matt Singer, ScreenCrush/EUA

O FILME É MAIS SOBRE OS EVENTOS QUE RESULTARAM EM FELT SE TORNANDO O GARGANTA PROFUNDA DO QUE O SEU TRABALHO COMO TAL. APESAR DE NÃO SER O FILME DEFINITIVO SOBRE WATERGATE, ILUSTRA UM ASPECTO DO ESCÂNDALO QUE A ESTE PONTO NÃO TENHA OBTIDO AMPLA ATENÇÃO PELOS CINEASTAS
James Berardinelli, ReelViews

OS HISTORIADORES PROVAVELMENTE TERÃO MUITO A DIZER SOBRE ESSE FILME
John DeFore, The Hollywood Reporter

FELT DE NEESON ESTÁ PROFUNDAMENTE DIVIDIDO EM RELAÇÃO A SER UM TRAIDOR. ELE TAMBÉM É PROFUNDAMENTE FALHO, UM HOMEM QUE AUTORIZOU ATIVIDADES ILEGAIS PARA RASTREAR MEMBROS DO TERRORISMO
Soren Andersen, The Seattle Times/EUA

ESTE FILME NOS ENCORAJA A EXPLORAR QUEM E AO QUE ELE (MARK FELT) ERA MAIS LEAL
Nell Minow, RogerEbert.com/EUA

UM DRAMA POLÍTICO SOLIDAMENTE ENVOLVENTE, ANCORADO POR UMA PERFORMANCE CENTRAL DOMINANTE DE LIAM NEESON
Allan Hunter, Screen International

É UM PAPEL MUITO BEM ADAPTADO PARA LIAM NEESON, CUJA JUSTIÇA ENCHE A TELA
John EeFore, The Hollywood Reporter/EUA