ENREDO

Anderson é um jovem indígena em conflito com os líderes de sua comunidade, localizada na periferia de Manaus. As tradições mantidas por seu povo parecem ultrapassadas em relação à vida contemporânea que leva. Em busca de autoafirmação, Anderson abandona a comunidade para viver sozinho no centro da cidade, onde experimenta novos sentimentos e enfrenta outros desafios.

FICHA TÉCNICA

ANTES O TEMPO NÃO ACABAVA
BRASIL/ALEMANHA, 2016
Direção: SERGIO ANDRADE E FABIO BALDO
Roteiro: Sérgio Andrade
Elenco: Anderson Tikuna, Rita Carelli, Begê Muniz, Emanuel Aragão e Severiano Kedassere
Fotografia: Yure César
Montagem: Fábio Baldo
Drama
85 minutos
16 anos
Livres Filmes

O FILME E O DIRETOR

Coprodução Brasil-Alemanha, Melhor Filme e Melhor Ator no 20° International Queer Film Festival/Lisboa-2016; Prêmios de Melhor Ator, Melhor Roteiro e Melhor Filme no 23º Festival de Cinema de Vitória e os prêmios de Melhor filme pelo Júri da Crítica e Melhor Roteiro no 10° For Rainbow – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual, segundo longa de Fábio Baldo e Sérgio Andrade, totalmente rodado em Manaus e com elenco indígena de diferentes etnias e falado em português, Tikuna, Sateré Mawé, Neenguetu e Tariano.

A PALAVRA DE FÁBIO E SÉRGIO

NOSSO FILME É UM MERGULHO EM UM MUNDO URBANO E INDÍGENA, EM QUE TRADIÇÕES E LENDAS DIALOGAM COM AS RUAS E OS ESPAÇOS DA CIDADE (…) COM MEUS TRABALHOS ANTERIORES, EU HAVIA TIDO UM MAIOR CONTATO COM OS INDÍGENAS DE MANAUS. ME IMPRESSIONAVA MUITO COM ESSAS COMUNIDADES QUE TINHAM DEIXADO SUAS ALDEIAS DISTANTES PARA VIVER NUMA ESPÉCIE DE ZONA INTERMEDIÁRIA, ONDE SÃO, AO MESMO TEMPO, SERES DA FLORESTA E DA CIDADE, TENDO QUE TRABALHAR E LIDAR COM A ROTINA URBANA PARA SOBREVIVER
Fábio Baldo e Sérgio Andrade, cineastas

TRAILER

YOUTUBE

FOTOS

CIDADES E HORÁRIOS

EM EXIBIÇÃO

MANAUS
DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA – 19h40
SÁBADO E DOMINGO – 14h10
CINEPOLIS PONTA NEGRA – SALA 10

CRÍTICA ESTRANGEIRA

INÉDITO COMERCIALMENTE NO EXTERIOR