ENREDO

Oslo. Thelma, recém-saída da adolescência chega à universidade pensando livrar-se dos pais fundamentalistas religiosos. E, então, apaixona-se por uma colega, Anja. O aflorar da sexualidade coincide com os tormentos ao perceber que possui poderes sobrenaturais. De longe, seus pais tentam monitorá-la. E então, as coisas realmente saem dos trilhos.

FICHA TÉCNICA

THELMA
NORUEGA-FRANÇA-DINAMARCA-SUÉCIA, 2017
Direção: Joachim Trier
Roteiro: Joachim Trier, Eskil Vogt
Elenco: Eili Harboe, Kaya Wilkins, Henrik Rafaelsen e Ellen Dorrit Petersen
Fotografia: Jacob Ihre
Montagem: Olivier Bugge Coutté
Música: Ola Flottum
Drama
116 minutos
16 anos
Mares Filmes

O FILME E O DIRETOR

Representante da Noruega ao Oscar-2018 de Melhor Filme Estrangeiro, quarto longa-metragem do dinamarquês Joachim Trier, 43, realizador de Começar de Novo (Reprise, 2006), 0slo – 31 de Agosto (Oslo, 31, August, 2011) e Mais Forte que Bombas (Louder Than Bombas, 2015). Filho de uma documentarista e um designer de som, compete com Lars von Trier pela posição de cineasta número 1 do País.

A PALAVRA DE TRIER

É UMA HISTÓRIA DE CONDIÇÃO HUMANA COM UM ELEMENTO SOBRENATURAL QUE COLOCA EM JOGO ALGO COM O QUAL TODOS PODEMOS NOS RELACIONAR – QUERÍAMOS QUE FOSSE UMA NOVA VISÃO SOBRE O HORROR DO CORPO E UMA HISTÓRIA DE AMOR (…) O FILME É, EM ÚLTIMA ANÁLISE, O HORROR DE NÃO CONFIAR NA FAMÍLIA. SE OS PAIS ERAM ESSES ANTAGONISTAS… TENTEI FAZER TUDO ISSO COMO UM DRAMA MODERNO, A HISTÓRIA LIBERTADORA DE UMA JOVEM MULHER QUE TENTA ENCONTRAR UMA MANEIRA DE EXISTIR, ACEITAR-SE E TORNAR-SE AUTÔNOMA
Joachim Trier, cineasta

TRAILER

YOUTUBE

FOTOS

CIDADES E HORÁRIOS

EM EXIBIÇÃO

BARUERI
DE SEGUNDA A SEXTA-FEIRA – 19h
SÁBADOS E DOMINGOS – 14h15
CINÉPOLIS IGUATEMI ALPHAVILLE

CRÍTICA ESTRANGEIRA

THELMA É TENSO, PENSATIVO E LINDAMENTE COMPOSTO
Justin Chang, Los Angeles Times

THELMA EXERCE UM APERTO PRÓPRIO, NÃO MENOS IMPORTANTE QUANDO PRESSIONA CONTRA OUTROS GÊNEROS, GARIMPANDO DETALHES DA FICÇÃO CIENTÍFICA E DO HORROR
Anthony Lane, Nova iorquino

QUANTO MENOS VOCÊ SABE SOBRE O FILME, MELHOR. A DIREÇÃO CUIDADOSA DE TRIER E O ROTEIRO (ESCRITO COM SEU PARCEIRO DE ESCRITA, ESKIL VOGT) GARANTEM QUE NUNCA NOS PERCAMOS NA NARRATIVA, MESMO QUE AS PERGUNTAS E INCERTEZAS COMEÇAM A SE AGLOMERAR
Chris Knight, National Post

THELMA OPERA, TAMBÉM, COMO UM FILME DE SUSPENSE, OU UM FILME DE TERROR, CHEIO DE APRESENTAÇÕES ESTRANHAS E FENÔMENOS APARENTEMENTE SOBRENATURAIS. EXISTEM ALGUMAS SEQÜÊNCIAS VERDADEIRAMENTE ASSUSTADORAS
Sheila O’Malley, RogerEbert.com/EUA